Quem são os 144 mil selados? Desconstruindo a abordagem literal


Wilma Rejane

Ao lermos o livro de Apocalipse, somos confrontados com uma simbologia característica que exige um estudo mais aprofundado sobre os temas ali colocados a fim de desvendar o sentido das imagens. Apesar disso, muitos são os que consideram o conteúdo do livro como literal. No caso específico tratado aqui, sobre os 144 mil selados que aparecem nos capítulos 7 e 14 do livro, o modo de interpretação literal julga ser esse o número de judeus salvos oriundos da grande tribulação. Há ainda quem interprete como sendo o número literal de salvos em toda história da humanidade (entre judeus e gentios). Essa última hipótese me desanima sobremaneira, pois, temos atualmente uma população mundial estimada em 7,6 bilhões de pessoas, um número estrondoso, mas que pode parecer ínfimo se comparado a gerações passadas, os salvos seria um grupo muito restrito. 

Em todos os casos, o que se observa é um esforço por resolver o enigma de modo que tudo se encaixe, e aqui reside um outro problema: nem tudo se encaixa quando a interpretação tem cunho literal e nem tudo se explica quando a interpretação é simbólica. Por estas causas, creio ser esse um assunto que gera muita especulação e teorias e até doutrinas. Portanto, humildemente, após estudos e orações, espero transmitir aos leitores o resultado do que considero Bíblico e sensato em relação ao tema, em uma abordagem que envolve todo um contexto. 

Peço que acompanhem em leitura as passagens em Apocalipse referentes aos 144 mil selados:

“E depois destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma. E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar, Dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos selado nas suas testas os servos do nosso Deus. 

E ouvi o número dos selados, e eram cento e quarenta e quatro mil selados, de todas as tribos dos filhos de Israel. Da tribo de Judá, havia doze mil selados; da tribo de Rúbem, doze mil selados; da tribo de Gade, doze mil selados; Da tribo de Aser, doze mil selados; da tribo de Naftali, doze mil selados; da tribo de Manassés, doze mil selados; Da tribo de Simeão, doze mil selados; da tribo de Levi, doze mil selados; da tribo de Issacar, doze mil selados; Da tribo deZebulom, doze mil selados; da tribo de José, doze mil selados; da tribo deBenjamim, doze mil selados.

Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; E clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro.” Apocalipse 7:1-10

O Capítulo 14 de Apocalipse sobre os 144 mil diz:

“E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai. E ouvi uma voz do céu, como a voz de muitas águas, e como a voz de um grande trovão; e ouvi uma voz de harpistas, que tocavam com as suas harpas. E cantavam um como cântico novo diante do trono, e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra.Estes são os que não estão contaminados com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro. E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus.” Apocalipse 14:1-5

Descartando interpretação literal:

Se considerarmos a interpretação literal de que a lista das tribos e o número de selados é literal, então, teremos aí uma referência a salvação dos judeus após o período da tribulação: os 144 mil seriam todos judeus e 144 mil um número exato que reúne a somatória dos salvos em todas as tribos. Agora, prosseguindo na interpretação literal, esses 144 mil seriam todos homens e virgens. A lista das tribos, mesmo sem a tribo de Dã incluída, seria literal. 

O fato de todos os salvos serem homens e virgens, a meu ver, já compromete bastante a interpretação literal, pois, o que fazer com a Parábola das dez virgens? (Mateus 25) Eram todas mulheres, e os Evangelhos dizem que cinco delas se salvaram, foram ao encontro de Jesus por ocasião de Sua vinda. As virgens são uma referência à Igreja e Deus lida de modo distinto com Israel e a igreja? Percebamos que a Parábola fala da segunda vinda de Cristo, pós tribulação, a igreja já terá sido arrebatada e somente os judeus ficaram para a tribulação e nessa tribulação apenas os homens se salvaram e todas as mulheres se perderam, como explicar então a salvação das cinco virgens?

Se considerarmos que a Igreja não foi arrebatada e está incluída na tribulação o problema não se resolve, pois como explicar a presença das cinco virgens salvas entre os judeus se somente os judeus homens seriam salvos? Alguém pode imaginar isso? Ademais o critério para salvação seria virgindade e não santidade? É como se virgindade (em termo literal, de não conhecer mulher sexualmente falando) fosse pressuposto para santidade e sabemos que isso não é verdade! Por esse aspecto literal poderíamos considerar que homem poderia se relacionar com homem e permanecer puro, a contaminação se daria apenas pelo relacionar-se com mulheres, pois a referência de Apocalipse é: “homens que não estão contaminados com mulheres” (Apocalipse 14:4). temos aqui um problema mal resolvido não acham?

Uma abordagem literal também teria que dar conta do fato da listagem das tribos: se as tribos que se referem aos 144 mil selados estão listadas de forma literal em Apocalipse 7, por que Dã não aparece, Efraim está oculta e José é citado? Por que contrariando uma ordem constante na classificação das tribos Judá vem em primeiro lugar substituindo (ou remanejando) Rubém? Por que Levi está incluída? A meu ver, não há como sustentar uma abordagem literal, já que essa abordagem não consegue responder a contento a interpretação do que está sendo colocado.

Outra linha de defesa da abordagem literal considera que Apocalipse 7 trata de dois grupos de pessoas: Primeiro os judeus (versos 4 a 8 ), depois os gentios ( verso 9). Isto porque João relatou "depois destas coisas, olhei, e eis aqui uma multidão...", tratam como se o relato se referisse a outra multidão de pessoas, os gentios. Agora vamos pensar: Se o "depois" está significando tempo futuro, após, outro momento, então, teríamos que concluir que após (em seguida) a salvação dos judeus (ao término da tribulação), se daria a salvação dos gentios. Onde isso está escrito na Bíblia que a igreja passaria pela tribulação e primeiro seriam salvos somente os homens judeus virgens e depois os gentios? Não encontro respaldo Bíblico para isso, não existe uma ordem pré-determinada de quem vai entrar no céu primeiro, pelo contrário, em Mateus 20:16 Jesus disse: " Portanto, os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos." Não sabemos quem serão os primeiros e nem os últimos, não está determinado. e se pegarmos este verso de mateus 20:16 para análise, uma das possíveis interpretações será a de que os primeiros (que estarão por último no Reino Celeste) podem ser os judeus. Não foram os judeus os primeiros a receberem as promessas e as revelações?

Temos ainda outro detalhe que parece ser insignificante com o relato dessa "outra multidão' vista por João, nela também consta "tribos"; a que tribos João se refere: de índios, aborígenes, ou seriam as mesmas tribos de Israel?

Vale nos aprofundarmos ainda mais nesse assunto.

Deus nos guarde
E que nossos corações estejam firmados inteiramente Nele


Obs: No próximo estudo veremos a abordagem simbólica dos 144 mil selados. O tempo está bem preenchido para mim, muito trabalho, por isso vou colocando os estudos à prestação. Obrigada por sua companhia nobre leitor! Sinta-se à vontade para comentar.

Fonte: http://www.atendanarocha.com/2017/08/quem-sao-os-144-mil-selados.html#more
Clique aqui para colocar este site aos seus favoritos!